- PUBLICIDADE -

Protestos no Paraguai pedem renúncia do presidente

Protestos no Paraguai pedem renúncia do presidente
Foto: Cesar Olmedo/Reuters

O Paraguai vive seu pior momento da crise sanitária, com falta de insumos em hospitais,

- PUBLICIDADE -

Assunção, capital do Paraguai, registrou, nesta sexta-feira (5), uma noite de confrontos nas ruas entre policiais e manifestantes.

Os cidadãos saíram às ruas pedindo a saída do presidente Mario Abdo Benítez por conta da má gestão da pandemia de coronavírus.

O país vive seu pior momento da crise sanitária, com falta de insumos em hospitais, recorde de novos casos de Covid-19 e vacinação lenta.

Forças de segurança dispararam balas de borracha e bombas de gás em manifestantes que se reuniam perto do Congresso Nacional.

Os manifestantes derrubaram barreiras de segurança, construíram barricadas e lançaram pedras contra os agentes.

O confronto com as autoridades se espalhou pelas ruas do centro da cidade, deixando mais de 20 feridos, entre manifestantes e policiais.

Os protestos nas ruas ganharam força mesmo após a saída do ministro da Saúde, Julio Mazzoleni, nesta sexta-feira (5).

Mazzoleni deixou o cargo após o Senado Federal aprovar uma resolução que pedia seu afastamento.

A gestão do ministro paraguaio foi criticada por conta da falta de insumos nos hospitais, a demora na chegada de vacinas e por casos de corrupção que não foram punidos.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -