Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Protestos no Peru após presidente Vizcarra ser destituído

Protestos no Peru após presidente Vizcarra ser destituído
COMPARTILHE

Parlamentares usaram uma cláusula obscura para declarar Vizcarra moralmente inapto.

Manuel Merino, novo presidente do Peru, está enfrentando uma reação adversa após ajudar a orquestrar o impeachment de seu antecessor.

Desde a capital Lima até as cidades do interior e dos altos Andes, os peruanos intensificaram os protestos contra Merino, ao gritos de “abaixo o usurpador”.

“Este é um golpe de estado, é antidemocrático. Ele não é meu presidente. Eu não o aceito”, disse Lucia Cordova, uma professora de 30 anos, à agência France-Presse.

Merino, o terceiro presidente do Peru em menos de quatro anos, prestou juramento na terça-feira depois que o Congresso aprovou por esmagadora maioria o impeachment do agora ex-presidente Martin Vizcarra.

Os parlamentares usaram uma cláusula constitucional obscura para declará-lo moralmente inapto para ocupar o cargo.

Sem vice-presidente, Merino foi o próximo na fila como presidente do Congresso a assumir a chefia de Estado.

A Organização dos Estados Americanos (OEA) ainda não reconheceu Merino como o presidente legítimo do Peru, e grupos internacionais de direitos humanos alertam que o Estado de Direito está sendo minado.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
1 Comentário
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
Luiz Neto
Luiz Neto
9 dias atrás

Quantos fakes news sobre Florinanópolis se vê por aqui. Parem de publicar essas matérias mentirosas de gente que enriqueceu fácil em SC, isso não é verdade.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE