Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Protestos pela Educação se transformam em atos a favor de Lula Livre

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Protestos pela Educação se transformam em atos a favor de Lula Livre

As manifestações desta quarta-feira (15) contra o bloqueio de verbas da Educação não são muito diferentes dos protestos #EleNão durante o período eleitoral de 2018.

Pelo menos 75 das 102 universidades e institutos federais do Brasil convocaram, para esta quarta-feira (15), protestos em resposta ao contingenciamento das verbas da educação promovido pelo ministro Abraham Weintraub.

Segundo o InfoMoney, para Manoel Fernandes, diretor da Bites, consultoria especializada no monitoramento de plataformas digitais, o tema segue mobilizando uma faixa muito específica da sociedade e ainda não conseguiu avançar significativamente para além de alas contrárias ao governo Jair Bolsonaro.

Imagens circulando nas redes sociais mostram que os participantes dos protestos estão mais preocupados em libertar o condenado Lula da Silva (PT) do que de fato com a Educação brasileira.

Em Dallas, nos Estados Unidos, segundo a RENOVA, o presidente Bolsonaro classificou a maior parte dos participantes dos protestos como “idiotas úteis”:

“São uns idiotas úteis, uns imbecis que estão sendo utilizados como massa de manobra de uma minoria espertalhona que compõe o núcleo de muitas universidades federais do Brasil.”

Uma análise rápida das manifestações de hoje confirma que a cor predominante é o vermelho. Bandeiras de movimentos sociais e de sindicatos são vistas com frequências.

Exatamente da mesma forma que ocorreu durante os protestos do #EleNão, a blogosfera petista está fazendo uma cobertura intensa dos atos desta quarta.

O vídeo abaixo — propagado pela Mídia Ninja — de uma manifestação em Salvador, capital da Bahia, deixa tudo muito claro:

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias