- PUBLICIDADE -

PSL decide expulsar Bia Kicis por infidelidade partidária

PSL decide expulsar Bia Kicis por infidelidade partidária
Imagem: ANA RAYSSA/CB/D.A PRESS

- PUBLICIDADE -

“Nunca recebi tantos parabéns por ter sido expulsa de algo”, disse Kicis sobre a situação com o PSL.

O Partido Social Liberal (PSL) decidiu, nesta quinta-feira (12), expulsar a deputada federal Bia Kicis (DF) dos quadros da legenda. 

Em notificação assinada pelo presidente nacional da sigla, Luciano Bivar, a expulsão é justificada pelo cometimento de “grave infração ética” e por “infidelidade partidária”.

No documento, Bivar cita o apoio de Kicis à criação do Aliança pelo Brasil, legenda que será liderada pelo presidente da República, Jair Bolsonaro.

“É notório que a deputada em questão vem realizando campanha em favor do partido em formação denominado ‘Aliança’, e para tanto desacreditando a agremiação à qual pertence atualmente e contraindicando a permanência de filiados e novas filiações a esta agremiação”, registra o texto.

Bivar acrescenta que a conduta de Kicis, “pública e reiterada, implica em ofensa inadmissível à imagem do partido, bem como evidencia ação contrária ao programa partidário”, informa O Globo.

Em mensagem na rede social Twitter, Kicis comentou a expulsão:

“Nunca recebi tantos parabéns por ter sido expulsa de algo (PSL). Aliás, pensando bem, nunca havia sido expulsa de nada.”

E acrescentou:

“Jornalista do jornal O Globo me perguntou sobre a minha expulsão do PSL, se irei tomar alguma atitude. Respondi que já estou tomando… um espumante.”

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -