Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

PSL repete discurso do PT ao acusar PF de perseguição

Tarciso Morais

Tarciso Morais

PSL repete discurso do PT ao acusar PF de perseguição
COMPARTILHE

“Todos os partidos políticos do Brasil tiveram candidatas cujo resultado nas urnas foi aquém da expectativa”, diz a nota do PSL.

O Partido Social Liberal (PSL) divulgou nota, na manhã desta quinta-feira (27), afirmando que as investigações da Polícia Federal (PF) sobre o caso das candidaturas laranjas têm o objetivo de atingir a sigla ao qual o presidente da República, Jair Bolsonaro, é filiado.

O comunicado foi publicado após a prisão de três assessores do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio (PSL-MG), com base na investigação da PF sobre candidaturas de laranjas na eleição de 2018.

Em nota, segundo o jornal Gaúcha ZH, o PSL denunciou:

“Só podemos classificar essa como uma investigação seletiva, com o objetivo de atingir o partido ao qual o presidente da República é filiado, embora ele não tenha nada a ver com isso. Todas as contas de campanha do PSL foram aprovadas pelo TSE [Tribunal Superior Eleitoral] e tudo foi feito dentro da legalidade.”

O PSL é comandado nacionalmente pelo deputado federal Luciano Bivar (PE), que também é alvo de investigações da PF e do Ministério Público sob a suspeita de ter replicado o esquema dos laranjas em Pernambuco, sua terra natal.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram