Português   English   Español

PSOL recebe Bolsonaro no Congresso com laranjas na mão

PSOL recebe Bolsonaro no Congresso com laranjas na mão
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Parlamentares do PSOL protestaram nesta quarta-feira (20) logo após a chegada do presidente Jair Bolsonaro ao Congresso para apresentar sua proposta de reforma da Previdência.


Cerca de dez parlamentares esquerdistas estavam vestidos com aventais alaranjados e trouxeram laranjas para, segundo eles, “recepcionar o presidente” Jair Bolsonaro.

O grupo de deputados, que teve a liderança de Ivan Valente (SP), pediu esclarecimentos sobre o caso de Fabricio Queiroz, ex-assessor de Flavio Bolsonaro, filho mais velho do presidente.

Os parlamentares do PSOL também cobraram explicações sobre as denúncias evolvendo o PSL nas eleições de 2018. As cores das roupas e as frutas servem como referência às suspeitas de que o partido usou candidaturas laranja em Pernambuco e Minas Gerais na última eleição.

Confira o vídeo registrado pelo site Poder 360, nesta quarta-feira (20), no Congresso Nacional:

Bolsonaro entregou a proposta da reforma da Previdência

O protesto não impediu que o presidente da República, Jair Bolsonaro, seguisse adiante com a entrega da reforma da Previdência.

A proposta prevê uma idade mínima de aposentadoria de 65 anos para homens e de 62 para mulheres, a ser aplicada após 12 anos de transição. A idade mínima subirá progressivamente durante esse período.

Com as medidas contidas no texto da reforma, o governo quer economizar R$ 1,16 trilhão em 10 anos.

Um texto com a proposta de reforma da previdência dos militares será entregue em até 30 dias.

RENOVA publicou a íntegra do texto da reforma previdenciária. Confira AQUI.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...