Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

PSOL reclama de Maia por anular convocação de Moro

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
PSOL reclama de Maia por anular convocação de Moro

Após o veto de Maia para a convocação de Moro, os psolistas decidiram contestar a anulação no Plenário da Câmara, ainda nesta semana.

Deputados do PSOL reclamaram nesta segunda-feira (1º) da atitude do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), de anular a convocação do ministro da Justiça, Sérgio Moro, aprovada pela Comissão de Participação Legislativa (CPL) na semana passada.

Em nota divulgada nesta segunda-feira (1º) com as assinaturas dos deputados Luiza Erundina (SP) e Glauber Braga (RJ), o PSOL afirma:

“A decisão do Presidente da Câmara viola a Constituição Federal e ataca um pilar básico da democracia brasileira: o dever do Congresso Nacional de fiscalizar o Poder Executivo e convocar ministros para prestar esclarecimentos ao Parlamento.”

E, segundo o Metrópoles, acrescentou:

“Tendo em vista a importância e o impacto social do debate público sobre o tema, essa discussão deve ser feita com a máxima urgência. Por tudo isso, o PSol vai contestar a decisão do presidente Rodrigo Maia, esperando que seja restabelecida a decisão soberana e democrática da Comissão de Legislação Participativa em convocar o ministro Sergio Moro.”

A anulação foi decidida por Maia na última sexta-feira (29). Após um período conturbado nas relações, o movimento foi visto como um gesto de boa fé do presidente da Câmara para o ministro da Justiça

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias