- PUBLICIDADE -

PT acusa Bolsonaro e Moro de forjar aliança do partido com o PCC

PT acusa Bolsonaro e Moro de forjar aliança do partido com o PCC

- PUBLICIDADE -

“Denunciamos a manipulação política de Jair Bolsonaro e Sergio Moro, que estão por trás de mais uma armação contra o PT”, afirma a sigla.

O Partido dos Trabalhadores (PT) reagiu à reportagem da emissora Record sobre supostos pagamentos do Primeiro Comando da Capital (PCC) a advogados petistas.

Em nota publicada na noite de domingo (6), a legenda acusou o presidente da República, Jair Bolsonaro, e o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, de terem armado a denúncia.

A sigla afirmou:

“Desconhecemos qualquer suposta relação dos advogados que atuam no caso ou do Instituto Anjos da Liberdade com organizações criminosas. Cabe às autoridades investigar com seriedade qualquer suspeita neste sentido, sem permitir nem promover vazamentos parciais, irresponsáveis e seletivos que ponham em risco a reputação de terceiros.”

E acrescentou:

“Repudiamos qualquer tentativa de associar o PT ao crime e tomaremos todas as medidas contra quem fizer tal associação caluniosa. Não é a primeira vez que isso acontece, mas a bem da verdade esperamos que seja a última.”

Ao citar um vídeo compartilhado por Bolsonaro no Twitter sobre o assunto, o ministro Moro demonstrou surpresa e disse esperar que a aliança entre PCC e PT não seja verdade.

“Que alguns partidos políticos queiram ajudar essas organizações [criminosas], acho mais questionável. Espero que não seja verdade”, disse Moro, como noticiou a RENOVA.

Ainda na nota, o PT completou:

“Denunciamos a manipulação política de Jair Bolsonaro e Sergio Moro, que estão por trás de mais uma armação contra o PT.”

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -