Português   English   Español

PT acusa Jair Bolsonaro de ser um ‘aventureiro fascista’

O comando do Partido dos Trabalhadores (PT) chamou Jair Bolsonaro de “aventureiro fascista” e acusou-o de ter sido eleito com dinheiro de caixa 2.

Comissão Executiva Nacional do PT publicou uma resolução no site oficial do partido intitulada “Por uma frente de resistência pela democracia e pelos direitos do povo”.

Abaixo você encontra uma seleção dos trechos mais importantes contidos no documento:

O processo eleitoral foi marcado, desde o início, pela violência e pelo ódio político, a começar pela cassação da candidatura do ex-presidente Lula. A cúpula do Judiciário ignorou uma determinação da ONU sobre o direito de Lula ser candidato. E foi incapaz de conter a indústria de mentiras nas redes sociais financiadas pelo caixa 2 de Jair Bolsonaro (…).

Vamos resistir à reforma da Previdência que Michel Temer e Jair Bolsonaro querem fazer, contra os aposentados e os trabalhadores. Resistir à entrega do patrimônio nacional, das empresas estratégicas, das riquezas naturais do Brasil aos interesses estrangeiros. Vamos resistir à submissão do país aos Estados Unidos. Nossa bandeira é a do Brasil. Nunca beijaremos a bandeira dos Estados Unidos como fez Bolsonaro (…).

Vamos reforçar a campanha Lula Livre no Brasil e no exterior, não só para fazer justiça a quem foi condenado e preso arbitrariamente, mas porque esta campanha simboliza a defesa da liberdade, da democracia e dos direitos humanos (…).

A eleição de um aventureiro fascista é fruto de uma campanha de ódio e de mentiras, que nos últimos anos manipulou o desespero e a insegurança da população.

Deixe seu comentário

Veja também...