- PUBLICIDADE -

PT admite que meta é evitar derrota avassaladora para Bolsonaro

PT admite que meta é evitar derrota avassaladora para Bolsonaro

- PUBLICIDADE -

Ibope anima petistas, mas os pragmáticos admitem que meta é evitar derrota avassaladora.

As informações são da jornalista Daniela Lima em sua coluna Painel, na Folha de S. Paulo.

A queda na rejeição de Fernando Haddad (PT) no Ibope animou petistas, mas os pragmáticos admitem que a eleição está definida e que agora é usar a reta final para garantir que a esquerda saia forte da disputa.

O partido quer impedir uma vitória avassaladora do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) no domingo (28).

Em tom de lamento, o ex-presidente Lula afirmou a quem o visitou em Curitiba que a campanha do PT errou na primeira semana do segundo turno ao deixar “Haddad preso em São Paulo” gravando programas de TV.

A estratégia, disse Lula, teria afastado Haddad do povo, abrindo espaço para que Bolsonaro conquistasse as periferias do país –reduto tradicional do PT.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -