Português   English   Español

PT desiste de autocrítica e enaltece Haddad

Dirigentes do PT decidiram retirar do documento que norteará a atuação da legenda trechos que falavam em autocrítica do partido.

As críticas aos governos da ex-presidente Dilma Rousseff, que sofreu impeachment e foi afastada do cargo em definitivo em 31 de agosto de 2016, também foram excluídas do documento.

Após dois dias de reuniões em Brasília, a inclusão de críticas no documento incomodou correntes internas, o que fez a direção da legenda recuar.

A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, explicou:

Não tem autocrítica no texto, o PT faz autocrítica na prática. O PT fez financiamento público de campanha, o PT está reorganizando as bases, o PT está com movimento social. Nós não faremos autocrítica para a mídia e não faremos autocrítica para a direita do país.

Em vez de apontar “equívocos” ocorridos nas gestões petistas, o que constava inicialmente no texto, o novo documento enaltece a participação de Fernando Haddad nas eleições deste ano, informa o jornal O Globo.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter