Português   English   Español

PT diz que Exército também faz parte do “golpe” contra Lula

O Partido dos Trabalhadores (PT) continua disparando para todos os lados.

A legenda não gostou da entrevista do Comandante do Exército Brasileiro, general Eduardo Villas Bôas, na qual ele disse que a situação poderia sair do controle com a liberdade de Lula.

O general comentou sobre seu tuíte na véspera do julgamento do ex-presidente Lula no STF:

Eu reconheço que houve um episódio em que nós estivemos realmente no limite, que foi aquele tuíte da véspera do votação no Supremo da questão do Lula.

Em nota, conforme noticiou O Antagonista, o partido declarou:

Ao afirmar que, a seu critério, a liberdade de Lula seria motivo de ‘instabilidade’, o general [Villas Bôas] confirma que a condenação do maior líder político do país foi uma operação política, com o objetivo de impedir que ele fosse eleito presidente da República.

E acrescentou:

Está demonstrado, agora, que não apenas o sistema judicial ligado a Sergio Moro, a Rede Globo e a grande mídia participaram dessa operação arbitrária e antidemocrática, mas também a cúpula das Forças Armadas.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter