Português   English   Español

PT entra no TSE contra Bolsonaro por fake news no WhatsApp

PT entra no TSE contra Bolsonaro por fake news no WhatsApp

A campanha presidencial de Fernando Haddad (PT) acionou TSE contra Jair Bolsonaro (PSL) pelo uso de WhatsApp para disseminar fake news.

PT utilizou a reportagem do jornal Folha de S. Paulo como base e pedem busca e apreensão de documentos na empresa Havan e na residência de Luciano Hang, e que Bolsonaro seja declarado inelegível.

O empresário Luciano Hang negou participação no esquema e avisou que irá processar o jornal, conforme noticiado pela Renova Mídia.

O candidato do PSL ao Planalto, Jair Bolsonaro, nega envolvimento no caso, assim como a empresa de marketing digital AM4 e as agências citadas pela Folha como responsáveis pela ‘campanha privada’, conforme noticiado por O Antagonista.

Segundo a coordenadora jurídica da campanha de Bolsonaro, Karina Kufa, o presidenciável enviará notificações às empresas acusadas de comprar pacotes para disparar mensagens contra o PT.

As notificações devem reiterar que a campanha de Bolsonaro não autoriza qualquer ato ilegal nem presta anuência a condutas ilícitas, segundo informações do portal jurídico JOTA.

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Deixe seu comentário

Veja também...