PT organiza marcha para registrar ‘candidatura de Lula’

O Partido dos Trabalhadores (PT) não sabe mais o que fazer para manter a fantasia da “candidatura” do condenado Lula – preso e inelegível, se a Lei da Ficha Limpa for aplicada como se deve.

A cúpula do PT se reuniu nesta segunda-feira (25) e decidiu organizar uma marcha a Brasília para registro da candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

A ideia é que os militantes deixem seus estados de origem no dia 12 de agosto para chegar à capital federal no dia 15, prazo final para registro.

“Na reunião, dirigentes petistas manifestaram preocupação quanto às dificuldades de manter o nome de Lula em evidência no mês de julho”, de acordo com o jornal Folha de S. Paulo.

“O plano [do PT] é retomar com mais intensidade duas linhas de defesa do ex-presidente que já vinham sendo usadas, mas que nos últimos tempos perderam força. Numa frente, o partido irá tentar promover grandes manifestações pela candidatura dele. Noutra, irá reforçar a pressão pública sobre a Justiça para que o liberte”, segundo informações da Gazeta do Povo.

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia