- PUBLICIDADE -

Putin põe tropas da Rússia em alerta para maiores manobras desde 1981

- PUBLICIDADE -

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, colocou o exército em alerta nesta segunda-feira (20) nos distritos militares central e oriental para as manobras Vostok-2018, as maiores desde 1981, quando ainda existia a União Soviética.

“A inspeção se prolongará de 20 a 25 de agosto”, informou Sergei Shoigu, o ministro da Defesa da Rússia.

Shoigu explicou que as unidades envolvidas, que incluem também a aviação estratégica, foram postas em alerta “sem aviso prévio” a fim de comprovar seu estado, funcionamento e organização.

Além disso, ordenou informar aos agregados militares estrangeiros sobre os preparativos em relação às manobras Vostok-2018, que serão realizadas em meados de setembro e nas quais a China e a Mongólia também participarão.

“São as maiores desde as manobras Zapad-81 (oeste-81), têm uma magnitude sem precedentes, tanto pela superfície que cobrem como pelo número de forças e órgãos de comando militar que participam”, apontou Shoigu.

Estarão à frente das manobras tropas dos distritos central e oriental, a Frota do Norte, as Forças Aerotransportadas, a aviação estratégica e a aviação de transporte militar.

China e Mongólia fornecerão tanto unidades militares como aviões, helicópteros e órgãos de comando.

Segundo o porta-voz do Kremlin, Vladimir Putin pode comparecer às manobras, que serão realizadas em terra, mar e ar.

 

Adaptado da fonte EFE
PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -