PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

‘Qual lei criminaliza a prática de monetizar vídeos?’, indaga Janaina

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

“Podem as pessoas ser investigadas por ‘crimes’ não previstos em lei?”, questionou a parlamentar.

O inquérito do Supremo Tribunal Federal (STF) que apura o financiamento de supostos “atos antidemocráticos” descobriu quem são os donos do canal “Foco Brasil”, na plataforma digital YouTube.

De acordo com a Procuradoria-Geral da República (PGR), o canal pode ter faturado algo entre US$ 7,55 mil e US$ 18 mil com a transmissão de discursos feitos pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, durante o protesto do dia 19 de abril.

Em mensagem no Twitter, neste domingo (28), a deputada estadual Janaina Paschoal (PSL-SP) questionou:

“Só uma pergunta: qual lei criminaliza a prática de monetizar vídeos? Eu desconheço! Podem as pessoas ser investigadas por ‘crimes’ não previstos em lei? Qual Manual de Direito Penal prevê essa possibilidade?”

E acrescentou:

“Aquele que teve seu discurso, entrevista, live, ou qualquer outra aparição usada sem autorização, para fins de monetização, que reclame sua parte! A questão é cível! Versa precipuamente sobre direito de imagem, nada além disso!”

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.