Quase mil crianças recrutadas como soldados no Iêmen em 2017

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

A ONU indicou nesta terça-feira (10) que 842 crianças-soldados, algumas com apenas 11 anos, foram recrutadas em 2017 no Iêmen, país devastado por uma guerra entre rebeldes e forças do governo.

O Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários no Iêmen disse em um comunicado que 76 dessas crianças participaram em combates.

As outras eram encarregadas de “monitorar postos de controle e prédios públicos, patrulhar e levar água, comida e material para posições militares”.

Em 2017, a ONU também indicou que 1.316 crianças foram mortas ou mutiladas, metade das quais foram vítimas de atentados atribuídos à coalizão militar liderada pela Arábia Saudita, que iniciou uma intervenção contra os rebeldes iemenitas em 2015.

 

Com informações de AFP

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.