Queermuseu ignora polêmica e continua recebendo crianças

Twitter
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Queermuseu continua a apresentar obras que desrespeitam símbolos do cristianismo.

Em sua segunda edição, a exposição “Queermuseu – Cartografias da Diferença na Arte Brasileira” continua a apresentar as obras que mais causaram indignação em sua primeira edição, que vilipendiavam símbolos cristãos, e, contrariamente à recomendação do Ministério Público, continua a receber crianças como visitantes.

A mostra foi reaberta no Rio de Janeiro em 18 de agosto. No ano passado, ela foi promovida pelo Santander Cultural em Porto Alegre e cancelada após indignação popular diante do conteúdo de algumas das obras expostas.

A controversa exposição deu início a um extenso debate sobre o que é arte, classificação etária, liberdade de expressão, legitimidade de boicotes, entre outros.

O objetivo da exposição, alega a organização, seria chamar a atenção para as dificuldades sofridas pela comunidade LGBT. Mas a mostra adotou um tom provocativo e desrespeitoso contra símbolos do cristianismo e da Igreja Católica.

O Queermuseu sofreu críticas pela natureza de algumas das suas obras e pela falta de classificação etária para visitação.

 

Leia a matéria completa no site Gazeta do Povo
Twitter
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Isso também pode te interessar

Deixe seu comentário

Anunciante
e-consulters
Parceiro

Assine nossa Newsletter!

Preencha o formulário para assinar.

Nome Email
newsletter

Últimas publicações