- PUBLICIDADE -

Queiroga pede ‘união da nação’ no combate à pandemia de coronavírus

Queiroga pede ‘união da nação’ no combate à pandemia de coronavírus

Queiroga defendeu a união de esforços com os secretários municipais de saúde do país..

- PUBLICIDADE -

O médico Marcelo Queiroga fez, nesta terça-feira (16), seu primeiro pronunciamento como ministro da Saúde do governo Jair Bolsonaro.

Ao lado do general Eduardo Pazuello, Queiroga defendeu a “união da nação” no enfrentamento à pandemia de coronavírus e pediu que a população use máscaras:

“Eu tenho certeza, que nós teremos ajuda dos brasileiros para executar as políticas públicas do interesse da população e com isso ter um resultado mais desejável no enfrentamento da pandemia de Covid-19 e nas outras situações de saúde pública que afetam a nossa sociedade.”

Ainda de acordo com o novo ministro, o Sistema Único de Saúde (SUS) “é a grande arma” para enfrentar não só a pandemia, mas também outros problemas de saúde pública nacional.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -