PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Quem é Andrew Torba? E por que o Gab foi criado?

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

O Gab é um microblog fundado por Andrew Torba que surgiu como uma alternativa ao domínio do Twitter e Facebook.

Enquanto as gigantes tecnológicas tentam encontrar um equilíbrio entre a liberdade de expressão e a perigosa bandeira do “discurso de ódio”, o microblog Gab aparece como uma alternativa viável.

Fundado em San Mateo, na Califórnia, por Andrew Torba, ex-executivo de uma firma publicitária digital, três meses antes da vitória histórica de Donald Trump, o Gab foi a saída empresarial e ideológica que o americano encontrou para enfrentar a censura implementada pelo Twitter contra usuários de viés direitista.

Em comunicado ao jornal Buzzfeed, em 2016, poucos meses após o lançamento da rede social, Torba explicou o motivo por trás da criação do Gab:

O que faz com que o monopólio inteiramente de esquerda das redes sociais, se qualifique para nos dizer o que são ‘notícias’ e o que são ‘tendências’ e para definir o que ‘assédio’ significa?

E acrescentou:

Não parecia certo para mim, e eu queria mudar isso e dar às pessoas algo que seria honesto e justo.

Segundo o Buzzfeed, Andrew Torba também deixou claro que o Gab não é uma rede social para pessoas de uma única ideologia:

Gab não é para um grupo específico de pessoas, inclinações políticas, raça, crenças ou qualquer coisa. Qualquer um é bem-vindo para se expressar no Gab.

Mesmo com o discurso agregador do CEO do Gab, a velha imprensa não perdeu tempo para atacar o microblog.

A rede social é classificada constantemente como lar de supremacistas brancos e dos famosos membros da “direita-alternativa”, isto é, todos aqueles que não aceitam acorrentar seu pensamento na doutrina do politicamente correto.

Por exemplo, uma matéria do jornal “Estadão” publicada em setembro de 2017, afirma que o Gab foi criado “para disseminar discurso de ódio contra negros, mulheres, judeus, homossexuais e qualquer grupo minoritário”.

Apesar de defender a completa liberdade de expressão, o microblog Gab tem algumas diretrizes: os usuários não podem fazer ameaças de violência ou terrorismo, publicar pornografia ilegal ou expor informações pessoais sem o consentimento dessa pessoa.

A tentativa da grande mídia de menosprezar a rede social parece não ter surtido efeito. Nos últimos dias, milhares de brasileiros estão migrando para o Gab em busca de um espaço onde a liberdade de expressão é respeitada.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.