- PUBLICIDADE -

R$ 100 milhões serão investidos na gestão do lixo em Minas Gerais

Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado Lixão da Estrutural. Os municípios poderão ter mais dois anos e contar com recursos federais para se adaptarem à Política Nacional de Resíduos Sólidos, a lei que, entre outras mudanças, prevê o fim dos lixões. A decisão foi anunciada pelo senador Romero Jucá (PMDB-RR) durante o debate da MP 651/2014. Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado
- PUBLICIDADE -

Aberto edital de R$ 100 milhões para obras do programa Lixão Zero em Minas Gerais.

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, assinou, nesta segunda-feira (17), o lançamento do edital para a seleção de projetos destinados à melhoria na gestão dos resíduos sólidos no estado de Minas Gerais.

Os investimentos previstos pela pasta estão na faixa dos R$ 100 milhões.

A medida tem origem no acordo substitutivo firmado entre a Vale e o Ibama relativo ao acidente de Brumadinho

O acordo estabeleceu que o pagamento pelas infrações fosse convertido e aplicado diretamente em ações ambientais no estado.

Em julho do ano passado, foi determinado o pagamento de R$ 250 milhões pela Vale, a título de indenização pelos danos ambientais causados pelo rompimento de barragens em Brumadinho no ano de 2019. 

Do valor total, R$ 100 milhões foram designados à implantação de projetos no âmbito do programa Lixão Zero, do Ministério do Meio Ambiente. 

Os outros R$ 150 milhões do acordo serão destinados para investimentos em infraestrutura em parques nacionais de Minas Gerais.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -