Raúl Castro está com medo dos Estados Unidos

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Raúl Castro pediu nesta terça-feira (1º) ao seu país para reforçar a defesa e se preparar “para os piores cenários” contra os Estados Unidos.

O ditador comunista de Cuba acusou o governo de Donald Trump de ter retomado a política de “confronto”.

Em um discurso na cidade de Santiago de Cuba, por ocasião do 60º aniversário da Revolução Cubana de 1959, Raúl Castro, de 87 anos, disse que é o dever dos cubanos se preparar “meticulosamente para todos os cenários, incluindo os piores” e “não deixar espaço para perplexidade e improvisação”, informa agência “EFE“.

“Continuaremos a priorizar as tarefas de preparar a defesa” com o objetivo de “preservar a soberania e a paz”, disse o ditador “aposentado” cubano.

Ele deixou o cargo em abril de 2018, substituído por seu fantoche Miguel Díaz-Canel.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.