Português   English   Español

Reação do Oriente Médio a Bolsonaro preocupa exportadores de carne

O presidente da BRF, Pedro Parente, afirma estar preocupado com as exportações da empresa para os países árabes devido a declarações do presidente-eleito, Jair Bolsonaro (PSL).

Segundo o ex-presidente da Petrobras, que comanda o frigorífico desde junho, as palavras do presidente eleito Jair Bolsonaro não estão ajudando o país a vender mais para o Oriente Médio.

Pedro Parente declarou:

Temos visto uma reação franca dos países árabes, então esperamos que seja uma retórica de campanha [de Bolsonaro].

No final da campanha eleitoral e também depois de eleito, Bolsonaro afirmou que mudaria a embaixada brasileira em Israel para Jerusalém. A cidade é o epicentro de um conflito histórico entre judeus e muçulmanos.

 

Exportações brasileiras para o Oriente Médio

A BRF é a maior exportadora de carnes de aves do mundo e, assim como outros processadores de alimentos brasileiros, apostaram muito nas exportações de carne halal para países muçulmanos nos últimos anos. Halal, em árabe, significa autorizado.

Para uma carne ser autorizada para consumo nos países muçulmanos, o processo de produção precisa seguir algumas regras específicas. Por exemplo, durante a criação, os animais não podem sofrer influência de hormônios ou alimentação a base de proteína. Além disso, o abate deve ser feito por um muçulmano com o uso de uma faca.

O Brasil exporta mais de 5 bilhões de dólares de carne halal por ano, mais que o dobro em relação a seus rivais mais próximos, como a Austrália e a Índia, de acordo com dados da consultoria Salaam Gateway.

No total, o Brasil exporta 16 bilhões de dólares anualmente ao Oriente Médio e à Turquia, e apenas 3 por cento disso é dirigido a Israel, segundo o governo federal.

 

Adaptado da fonte Veja

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter