- PUBLICIDADE -

Receita diz que compra de respiradores pelo governo do Maranhão foi ilegal

Receita Federal anuncia troca do número dois do órgão

- PUBLICIDADE -

Operação Maranhão-Etiópia para compra e transporte de respiradores foi ilegal e envolvidos serão processados, diz Receita Federal.

Flávio Dino, governador do Maranhão, realizou uma complicada operação para trazer 107 respiradores da China ao Brasil.

A Receita Federal afirma que a operação feita pelo governo maranhense foi ilegal, e por isso tomará as medidas legais cabíveis contra as pessoas envolvidas.

A operação envolveu o envio dos respiradores para a Etiópia, para escapar dos radares dos Estados Unidos e Europa, e o fretamento de um avião de Guarulhos para São Luís

Em nota à imprensa, a Receita afirma que a remoção dos respiradores foi “realizada sem o prévio licenciamento da Anvisa e sem autorização da Inspetoria Receita Federal em São Luís, órgão legalmente responsável por fiscalizar a importação das mercadorias”.

Por isso, ainda de acordo com a nota, a Infraero registrou boletim de ocorrência na quarta-feira (15), informa o jornal Folha de S.Paulo.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -