Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Recorde mensal de vendas imobiliárias no Reino Unido

Reino Unido registrou um “miniboom imobiliário” após o confinamento em meio à pandemia.

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Embaixador do Irã em Londres convocado pelo Reino Unido
COMPARTILHE

O governo do Reino Unido registrou em julho o maior número de acordos de venda assinado em mais de 10 anos, por um total de 40 bilhões de euros.

O resultado foi motivado principalmente por um “êxodo” da capital, que foi traduzido por uma queda dos preços em Londres (-2%) e um aumento em outras áreas, com recordes em sete regiões, sobretudo Devon e Cornualha, sudoeste do país, destaca a agência France-Presse.

A migração foi motivada pelo auge do teletrabalho provocado pelo confinamento imposto para tentar combater a proliferação da pandemia de coronavírus.

O mercado também foi estimulado por uma moratória sobre o imposto imobiliário para as transações sobre as propriedades de menos de 552 mil euros, anunciada em julho pelo ministro das Finanças, Rishi Sunak, dentro de um pacote de medidas de estímulo econômico.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM