Português   English   Español

Rede social Gab sai do ar após ser alvo de boicote empresarial

Rede social Gab sai do ar após ser alvo de boicote empresarial

GoDaddy, Medium, Paypal e outras empresas anunciaram ações contra o site após atentado contra sinagoga nos Estados Unidos.

Conhecido entre membros da direita pelo mundo, inclusive no Brasil, o site da rede social Gab saiu do ar na noite do domingo, 28 de outubro, após o provedor GoDaddy anunciar que não irá mais hospedar a plataforma.

A decisão do GoDaddy – e de outras empresas de tecnologia – de boicotar o Gab acontece após surgirem informações de que Robert Bowers, autor do atentado deixou 11 mortos em uma sinagoga em Pittsburgh, usava a rede social para postar mensagens antissemitas.

Em comunicado enviado ao site The Verge, a empresa avisou:

Informamos ao Gab.com que eles têm 24 horas para mover o domínio para outro provedor, uma vez que eles violaram os nossos termos de serviços. Em resposta às reclamações recebidas ao longo do final de semana, o GoDaddy investigou e descobriu diversos exemplos de conteúdos no site que promovem e encorajam a violência contra pessoas.

Quem tenta acessar o site do Gab, é recebido com uma longa mensagem em que a empresa diz, entre outras coisas, que está “sob ataque” e “que irá continuar lutando pelo direito humano fundamental de falar livremente”.

Em seu perfil no Twitter, a rede afirmou o seguinte:

Tiramos o site do ar de propósito mais cedo ontem à noite porque sabíamos que a mídia iria morder a isca e ter reportagens sobre isso na manhã de hoje. Eles não são pessoas muito inteligentes, por isso é muito fácil prever as suas ações. Trabalhando para transferir para o nosso novo host entre hoje e amanhã.

Além do GoDaddy, outras companhias de tecnologia, como Paypal e Medium, também anunciaram o banimento da rede social.

 

Adaptado da fonte IdgNOW

Deixe seu comentário

Veja também...