Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Redes sociais estão destruindo a memória dos humanos

Redes sociais estão destruindo a memória dos humanos
COMPARTILHE

Nosso cérebro pode estar começando a processar informações de forma mais superficial.

Quando você vive com uma câmera fotográfica de capacidade virtualmente infinita no bolso, a tendência é que você se preocupe mais em registrar momentos do que em prestar atenção neles.  

É isto que está destruindo a memória dos seres humanos. 

Afinal, quantas pessoas você conhece que estão mais preocupadas em tirar uma boa foto para compartilhar nas redes sociais do que em realmente viver o momento? 

E tome foto. De tudo. De todos. 

Acontece que esse hábito pode estar acabando com a forma como nos lembramos das nossas vidas. 

A italiana Giuliana Mazzoni, professora de psicologia da Universidade de Hull, no Reino Unido, explicou a importância de estar atento aos detalhes: 

“Prestar atenção é fundamental para codificar informações na memória.” 

Mazzoni é um de vários especialistas que repudiam o hábito de tirar fotos – principalmente quando ele se torna um problema crônico. 

A professora acrescenta: 

“Se você adquire esse hábito, seu cérebro pode começar a processar informações de forma mais superficial.”   

E completa: 

“Se a gente se basear fortemente em fotos ao nos lembrarmos do passado, poderemos criar uma identidade própria distorcida com base na imagem que desejamos promover para os outros.” 

Você conhece alguém que sempre registra uma foto do prato antes de comer? 

Um estudo feito pela psicóloga Linda Henkel, da Universidade Fairfield, nos Estados Unidos, aponta que tirar fotos não ajuda nem na retenção de memórias puramente visuais. 

Em conversa com a revista norte-americana Psychological Science, Henkel afirma: 

“As pessoas sacam sua câmera praticamente sem pensar, na esperança de capturar o momento, e acabam deixando de perceber o que está acontecendo bem ali, na cara delas.” 

A psicóloga conclui: 

“As pessoas delegam à câmera a tarefa de lembrar as coisas por elas. E isso tem um impacto negativo na forma como elas recordam suas experiências.” 

Aproveite o momento. Respire. Olhe ao seu redor. Deixe as fotos para depois. 

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
1 Comentário
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
Maria
Maria
26 dias atrás

Percebi isso. Décadas atrás, trabalhei como telefonista e sabia todos os números de cor, os principais estabelecimentos e repartições como delegacias e hospitais. Hoje em dia as pessoas não sabem nem o próprio número do celular, se bobear. Quanto às fotos, percebi também que banalizou-se. Antigamente, só registrávamos momentos especiais. Hoje em dia a cada movimento, um flash. A fotografia perdeu o encanto.

PUBLICIDADE