Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Reencarnação do Dalai Lama gera atrito entre EUA e China

Reencarnação do Dalai Lama gera atrito entre EUA e China
COMPARTILHE

Monges tibetanos escolhem o dalai lama por meio de um ritual que pode levar anos. China tem planos para interferir no processo.

Os Estados Unidos buscam estabelecer uma linha vermelha para China na hora de escolher o sucessor do Dalai Lama.

O governo norte-americano espera deixar claro de antemão que Pequim enfrentará a objeção internacional se tentar manejar o processo de reencarnação, informa a agência AFP.

Um projeto de lei apresentado recentemente no Congresso dos EUA prevê sanções a qualquer funcionário chinês que interferir na sucessão do budista tibetano.

Aos seus 84 anos, o 14° Dalai Lama reduziu sua incessante agenda. Em abril passado, ele foi hospitalizado por uma infecção respiratória, mas não há indícios de que enfrente problemas de saúde graves.

Ativistas do Tibete sabem que a morte do Dalai Lama aumentará a pressão por uma maior autonomia para a região do Himalaia.

Há nove anos, a China não trata do tema com os representantes do Dalai Lama e insinua cada vez mais que pode identificar seu sucessor, que seria um apoiador do domínio férreo chinês sobre o Tibete.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários