Reforma no sistema de refúgio da União Europeia fracassa

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

A proposta para reforma da Convenção de Dublin, tratado que determina as regras de análise de pedidos de refúgio na União Europeia, fracassou nesta terça-feira (5), durante uma reunião de ministros do Interior em Luxemburgo.

Sete países se posicionaram contra o projeto apresentado pela Bulgária, que ocupa a presidência rotativa do bloco.

Itália, Espanha, Áustria, Romênia, Eslovênia, Hungria e Eslováquia, rejeitaram a proposta de reforma do sistema de refúgio.

Já Estônia, Polônia e Reino Unido se abstiveram, enquanto os outros 18 Estados-membros, embora não satisfeitos com a proposta, deixaram a porta aberta para negociações, incluindo Grécia, Malta e Chipre.

A cúpula desta terça-feira mostrou o novo alinhamento do governo da Itália.

O país está cada vez mais próximo das nações que formam o grupo Visegrád: Hungria, Eslováquia, República Tcheca e Polônia.

 

Com informações de Isto É

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.