Reforma tributária melhorou a vida de 90% dos americanos

Idiomas:

Português   English   Español
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

De acordo com informações do Departamento do Tesouro dos Estados Unidos, graças à reforma tributária sancionada pelo presidente Donald Trump, 90% dos americanos estão conservando uma parte maior do que ganha.


Para uma nação acostumada à gratificação instantânea, a aprovação da lei que diminuiu impostos (Tax Cuts and Jobs Act) foi uma vitória.

Antes mesmo de Donald Trump ter sancionado a lei, empresas já estavam anunciando aumentos salariais, abonos e aumentos nos investimentos para ampliar seus negócios e trazer operações de volta de outros países.

Siga a RENOVA no TWITTER e acompanhe todas as notícias em tempo real.

De acordo com informações da Gazeta do Povo:

A nova lei tributária reduziu as alíquotas e elevou os valores de isenção da maioria delas. Graças a isso, 90% dos americanos vão poder guardar uma parte maior do que recebem, segundo o Departamento do Tesouro. Para um contribuinte solteiro que recebe US$50 mil ao ano, isso se traduz em US$50 a mais por semana – mais de US$2.500 extra em um ano.

Ademais, ao quase dobrar a parcela do salário anual que é isenta de imposto – que agora é de US$12 mil para contribuintes individuais e US$24 mil para os casados -, a lei ampliou a chamada “alíquota zero”. Para muitos contribuintes, isso elimina o processo trabalhoso e às vezes complicado de listar as deduções item por item, representando um passo gigantesco em direção a um sistema tributário mais simples e mais justo.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...