Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Refugiado confessa ter começado incêndio em igreja da França

Refugiado confessa ter começado incêndio em igreja da França
COMPARTILHE

O incendário reconheceu diante de um juiz ter acendido três focos de incêndio na catedral histórica.

Um refugiado da Ruanda, cujo nome é mantido em sigilo, confessou ter dado início ao fogo que danificou uma catedral do século 15 em Nantes, no oeste da França.

O ruandês, de 39 anos, que trabalhava como voluntário na igreja, já era tratado como o principal suspeito. 

De acordo com a procuradoria, o incendiário, que já vive já muitos anos na França, foi colocado em prisão preventiva.

O advogado dele, Quentin Chabert, disse que o cliente está cooperando com as investigações. “Meu cliente está consumido pelo arrependimento e consumido pela magnitude dos fatos.

Agora, de acordo com o jornal Folha, o refugiado pode ser condenado a uma pena de 10 anos de prisão e a uma multa de 150 mil euros — cerca de R$ 915 mil.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários