Refugiados venezuelanos aglomerados na fronteira Equador-Colômbia

Twitter
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Milhares de venezuelanos lotaram a divisa entre Equador e Colômbia no alto das montanhas andinas nesta quinta-feira (9), conforme temores de fechamentos de fronteiras levaram a um surto repentino de refugiados da Venezuela.

Venezuelanos estão fugindo da escassez de alimentos, hiperinflação e crimes violentos no país, frequentemente pegando ônibus que demoram dias na América do Sul porque não conseguem pagar voos.

O governo do Equador declarou na quarta-feira (8) um estado de emergência em três províncias por conta de um salto no número de venezuelanos que chegaram pela Colômbia. Autoridades disseram que até 4.500 venezuelanos entraram diariamente desde o fim de semana, em um aumento em relação ao número anterior, de 500 a 1.000 pessoas.

Quase uma dúzia de venezuelanos na ponte Rumichaca, que divide a fronteira entre Equador e Colômbia, disse à Reuters que adiantou a imigração por conta de temores de que a fronteira entre os dois países, pela qual a maior parte dos imigrantes passa no começo de odisseias pela América Latina, poderia ser fechada.

Alguns venezuelanos disseram ter escutado que o novo presidente de direita da Colômbia, Iván Duque, pode endurecer travessias fronteiriças, enquanto outros disseram temer que o ditador da Venezuela, Nicolás Maduro, também faça isto.

 

Adaptado da fonte Reuters
Twitter
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Isso também pode te interessar

Deixe seu comentário

Anunciante
e-consulters
Parceiro

Assine nossa Newsletter!

Preencha o formulário para assinar.

Nome Email
newsletter

Últimas publicações