Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Mais de 86 mil refugiados aguardam visto no Brasil

COMPARTILHE

Ministério da Justiça aumentou funcionários que processam casos, mas demanda cresceu muito entre 2016 e 2017. Enquanto esperam, migrantes têm garantidos direitos como acesso a saúde e educação públicas.

Só em 2017, nas contas do Comitê Nacional para os Refugiados (Conare), 33.886 migrantes pediram refúgio no país. A grande maioria dos pedidos vêm de venezuelanos (17.865), seguidos de cubanos (2.373) e haitianos (2.036).

Apenas 14 funcionários são responsáveis por analisar esta demanda. Por esse e outros motivos, em 2017, apenas 1.179 das 33.886 solicitações foram analisadas – ou seja, menos de 5%. O coordenador do Conare, Bernardo Laferté, afirmou que o tempo médio de espera dos aspirantes a refugiados é de dois anos.

Enquanto aguardam o parecer do Conare, os imigrantes recebem um protocolo provisório – que garantem direitos como saúde e educação públicas, além de direito a trabalho.

Existe também uma quantidade considerável de pedidos que simplesmente são arquivados ou extintos porque, após dar entrada no refúgio, o solicitante regulariza sua residência no país por outros motivos, como casando-se com um cidadão brasileiro, tendo um filho no país ou conseguindo um emprego.

 

Com informações de: [G1]

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE