Português   English   Español

Região da Suíça vota a favor da proibição da burca

Região da Suíça vota a favor da proibição da burca

Quase 67% dos eleitores do cantão suíço de Saint-Gall votaram, neste domingo (23), a favor da “proibição da burca” em espaços públicos.

Em razão desta votação, este cantão se soma à região vizinha de Ticino, onde entrou em vigor, em julho de 2016, a proibição do uso de burcas e de outros tipos de véus muçulmanos nas vias públicas.

Os legisladores de Saint-Gall aprovaram, no ano passado, um texto que determina que “qualquer pessoa que se torne irreconhecível, cobrindo o rosto em um espaço público, e ponha em risco a segurança pública, ou a paz social e religiosa será multada”.

A lei foi aprovada pelo Parlamento regional com o apoio de partidos de direita e de centro. Os Verdes e a Juventude Socialista bloquearam sua aplicação, porém, e lançaram o referendo para que a questão fosse decidida pela população.

Não existe nenhuma lei que regule essa forma de vestir no território da Suíça. O governo considera que é um assunto que cabe a cada cantão decidir.

Está previsto, porém, que os suíços se pronunciem sobre a questão em um referendo nacional, provavelmente em 2019, depois que um grupo de cidadãos conseguiu reunir as 100.000 assinaturas necessárias para a consulta.

A maioria dos eleitores suíços vota pelos correios nas semanas prévias aos referendos, e os resultados quase definitivos costumam ser anunciados a poucas horas do fechamento das urnas.

 

Adaptado da fonte Isto É

Deixe seu comentário

Veja também...