- PUBLICIDADE -

Regime Maduro quer mais armas de nações aliadas

Regime Maduro quer mais armas de nações aliadas

- PUBLICIDADE -

“Podemos receber assessoramento, mas não nos deixamos mandar por ninguém”, disse o comandante Ceballos.

O comandante militar Remigio Ceballos, fiel à ditadura de Nicolás Maduro, defendeu nesta quinta-feira (2) que a Venezuela receba uma ajuda militar mais ampla de países aliados.

Segundo o militar, o apoio das nações amigas é necessário para resistir contra o que o regime chama de tentativa da oposição de tomar o poder pela força e por meio de uma “guerra civil”.

Ao lado de Maduro, em uma instalação militar de Caracas, Ceballos declarou:

“Por que não podemos receber [ajuda militar], se têm experiência de combate? Podemos receber assessoramento, mas não nos deixamos mandar por ninguém.”

Ceballos tentava justificar informações de que militares de Cuba e assessores da Rússia reforçam a repressão da ditadura contra a oposição.

Na última terça-feira (30), o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, prometeu um embargo completo contra o regime comunista de Cuba caso os militares do país não forem retirados da Venezuela, como noticiou a RENOVA.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -