PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Régis Fichtner, ex-secretário de Cabral, preso novamente na Lava Jato

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Régis Fichtner é acusado de receber propinas no valor de R$ 1,5 milhão no período que esteve à frente da pasta, entre 2007 e 2014.

A Polícia Federal prendeu nesta sexta-feira (15) o ex-secretário da Casa Civil do Rio, Régis Fichtner, membro do antigo governo de Sérgio Cabral. Ele é alvo de uma nova etapa da Operação Lava Jato.

A investigação também mira o coronel da Polícia Militar, Fernando França Martins, tido como a “pessoa da mala” do ex-secretário.

A funcionária da Casa Civil, Ana Lúcia Vieira, foi intimada a prestar informações. A PF também cumpriu mandado de busca e apreensão nos endereços dos investigados, informa o portal R7.

De acordo com o Ministério Público Federal (MPF), a nova prisão preventiva foi motivada pelo fato de Fichtner ainda ter patrimônio ocultado e há indícios de sua atuação para destruir provas.

Fichtner foi suplente de Sergio Cabral no Senado de 2002 a 2007. No mesmo ano, ele assumiu a secretaria da Casa Civil de Cabral, onde ficou até 2014.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.