- PUBLICIDADE -

Reino Unido alerta sobre tecnologia de reconhecimento facial

Reino Unido alerta sobre tecnologia de reconhecimento facial
- PUBLICIDADE -

“Estamos preocupados com o potencial do uso inadequado da tecnologia de reconhecimento facial”, disse agência britânica.

O regulador de dados do Reino Unido afirmou que vigiar a população com câmeras de reconhecimento facial pode violar a nova legislação de privacidade.

O posicionamento foi proferido depois que uma reportagem do Financial Times relatou que tais câmeras estão sendo usadas no empreendimento imobiliário King’s Cross, em Londres.

“Estamos preocupados com o potencial do uso inadequado da tecnologia de reconhecimento facial, que pode afetar a privacidade das pessoas”, disse o Escritório do Comissário de Informação (OIC, na sigla em inglês), segundo o site Bloomberg.

A agência alertou que as leis de proteção de dados da União Europeia — em vigor desde maio de 2018 — obrigam as organizações a “avaliar e reduzir os riscos de privacidade” de novos sistemas de vigilância intrusivos.

“As organizações que desejam capturar e usar automaticamente imagens de pessoas que fazem negócios em espaços públicos precisam fornecer evidências claras para demonstrar que isso é estritamente necessário e proporcional às circunstâncias e que há uma base legal para esse uso”, completou o OIC.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -