Reino Unido ameaça suspender licença do canal russo RT

O Escritório de Comunicações do Reino Unido (Ofcom) irá reavaliar a licença da RT, o maior canal de TV da Rússia.

A notícia chega em meio às novas polêmicas e trocas de acusação entre Londres e Moscou devido ao envenenamento de um ex-espião russo na Inglaterra.

Em carta endereçada ao veículo de imprensa, o Ofcom afirmou que irá realizar um ajuste independente e uma avaliação adequada e escreverá para a RT novamente explicando detalhes do processo, desencadeado pelo discurso da primeira-ministra britânica, Theresa May, diante do parlamento.

O escritório Ofcom escreveu em comunicado:

Hoje escrevemos para a ANO TV Novosti, detentora das licenças de radiodifusão do RT no Reino Unido, que é financiada pelo orçamento da Federação da Rússia. Essa carta explicou que, se as autoridades investigadoras do Reino Unido determinarem que houve um uso ilícito da força pelo Estado russo contra o Reino Unido, nós consideraríamos isso relevante para o nosso dever de estar convencido de que o RT é apto e adequado.

O RT, assim como a agência Sputnik, tem sido alvo de forte pressão na Europa e nos Estados Unidos por sua cobertura crítica de assuntos globais e locais.

Nos EUA, o canal foi obrigado a se registrar como um agente estrangeiro, no final do ano passado, por determinação do Departamento de Estado. O mesmo ocorreu depois com parceiros da Sputnik no país.

 

Com informações de: [Sputnik]

RENOVA Mídia precisa do seu apoio para continuar em funcionamento. Conheça nossa história e faça sua doação (boletou ou cartão) através da plataforma ApoiaSe. Clique AQUI e faça sua parte.

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *