Reino Unido ameaça suspender licença do canal russo RT

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

O Escritório de Comunicações do Reino Unido (Ofcom) irá reavaliar a licença da RT, o maior canal de TV da Rússia.

A notícia chega em meio às novas polêmicas e trocas de acusação entre Londres e Moscou devido ao envenenamento de um ex-espião russo na Inglaterra.

Em carta endereçada ao veículo de imprensa, o Ofcom afirmou que irá realizar um ajuste independente e uma avaliação adequada e escreverá para a RT novamente explicando detalhes do processo, desencadeado pelo discurso da primeira-ministra britânica, Theresa May, diante do parlamento.

O escritório Ofcom escreveu em comunicado:

Hoje escrevemos para a ANO TV Novosti, detentora das licenças de radiodifusão do RT no Reino Unido, que é financiada pelo orçamento da Federação da Rússia. Essa carta explicou que, se as autoridades investigadoras do Reino Unido determinarem que houve um uso ilícito da força pelo Estado russo contra o Reino Unido, nós consideraríamos isso relevante para o nosso dever de estar convencido de que o RT é apto e adequado.

O RT, assim como a agência Sputnik, tem sido alvo de forte pressão na Europa e nos Estados Unidos por sua cobertura crítica de assuntos globais e locais.

Nos EUA, o canal foi obrigado a se registrar como um agente estrangeiro, no final do ano passado, por determinação do Departamento de Estado. O mesmo ocorreu depois com parceiros da Sputnik no país.

 

Com informações de: [Sputnik]

RENOVA Mídia precisa do seu apoio para continuar em funcionamento. Conheça nossa história e faça sua doação (boletou ou cartão) através da plataforma ApoiaSe. Clique AQUI e faça sua parte.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.