- PUBLICIDADE -

Reino Unido anuncia criação de força militar cibernética

Reino Unido anuncia criação de força militar cibernética

Força vai transformar a capacidade do Reino Unido de contestar adversários no espaço cibernético.

- PUBLICIDADE -

A nova força cibernética do Reino Unido terá como algumas de suas atribuições a derrubada de sistemas de computadores inimigos e a invasão das defesas aéreas inimigas. 

Formada por militares e espiões do MI6 e do GCHQ, a Força Cibernética Nacional acabará por ter mais de 3 mil membros. 

Especialistas dizem que a nova força britânica vai “ajudar a evitar que a internet seja usada como plataforma global para crimes graves, incluindo abuso sexual de crianças e fraude”. 

O secretário de Defesa, Ben Wallace, disse que um orçamento de £ 1,5 bilhão será alocado na nova força ao longo dos próximos quatro anos. 

Segundo o jornal DailyMail, Wallace afirmou: 

“Nos dará a capacidade de lançar operações cibernéticas ofensivas contra nossos adversários de maneiras nunca vistas antes.” 

O diretor do GCHQ, Jeremy Fleming, afirmou que a força vai “transformar a capacidade do Reino Unido de contestar adversários no espaço cibernético, protegendo o país, seu povo e nosso modo de vida”. 

Já o chanceler britânico, Dominic Raab, previu que a nova inciativa se tornará uma “força líder mundial para o bem, capaz de conduzir operações cibernéticas responsáveis e direcionadas para proteger nossa segurança nacional”. 

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -