Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Relator pode incluir reconhecimento facial no PL da Censura

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Hans River mentiu diz presidente da CPMI das Fake News
Imagem: Waldemir Barreto/Agência Senado
COMPARTILHE

“O reconhecimento facial será para o futuro. Para se cadastrar em tudo, para provar que você é você”, disse senador.

O senador Angelo Coronel (PSD-BA) é o relator do projeto de lei das fake news, mais conhecido como “PL da Censura”, que está pautado para votação na próxima terça-feira, 30 de junho.

Em entrevista recente, Coronel disse que não abre mão da exigência de que programas de envio de mensagem como o Whatsapp e o Telegram guardem os arquivos das conversas por três meses, permitindo que eles sejam rastreados:

“É pilar. Proteger a sociedade e as instituições é o foco principal do projeto. Se não tem foco de proteção, se não for para proteger a sociedade, para que esse projeto?”

O senador disse que não há como identificar usuários sem a possibilidade de rastrear dados pelo telefone celular:

“Não existe hoje outro jeito. Dou minha mão à palmatória se qualquer mestre de tecnologia me provar do contrário. Fica o desafio.” 

O senador disse ainda que estuda incluir em seu projeto a previsão de que o cadastramento de celulares seja feito por reconhecimento facial:

“O reconhecimento facial será para o futuro. Para se cadastrar em tudo, para provar que você é você. Minha preocupação é que a pessoa que está fazendo aquela conta é ela mesma, que não é laranja.”

Referências: [1]
- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram