Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

Relator pode incluir reconhecimento facial no PL da Censura

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Hans River mentiu diz presidente da CPMI das Fake News
Imagem: Waldemir Barreto/Agência Senado

“O reconhecimento facial será para o futuro. Para se cadastrar em tudo, para provar que você é você”, disse senador.

O senador Angelo Coronel (PSD-BA) é o relator do projeto de lei das fake news, mais conhecido como “PL da Censura”, que está pautado para votação na próxima terça-feira, 30 de junho.

Em entrevista recente, Coronel disse que não abre mão da exigência de que programas de envio de mensagem como o Whatsapp e o Telegram guardem os arquivos das conversas por três meses, permitindo que eles sejam rastreados:

“É pilar. Proteger a sociedade e as instituições é o foco principal do projeto. Se não tem foco de proteção, se não for para proteger a sociedade, para que esse projeto?”

O senador disse que não há como identificar usuários sem a possibilidade de rastrear dados pelo telefone celular:

“Não existe hoje outro jeito. Dou minha mão à palmatória se qualquer mestre de tecnologia me provar do contrário. Fica o desafio.” 

O senador disse ainda que estuda incluir em seu projeto a previsão de que o cadastramento de celulares seja feito por reconhecimento facial:

“O reconhecimento facial será para o futuro. Para se cadastrar em tudo, para provar que você é você. Minha preocupação é que a pessoa que está fazendo aquela conta é ela mesma, que não é laranja.”

Referências: [1]

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email