Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Relatores da ONU saem em defesa do Intercept e de Greenwald

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Relatores da ONU saem em defesa do Intercept e de Greenwald

Relatores afirmam que Greenwald é “alvo de campanha coordenada de assédio” por autoridades brasileiras.

Relatores da ONU e da OEA criticam autoridades brasileiras pela tentativa de desqualificar o ativista norte-americano Glenn Greenwald, responsável pela divulgação de supostas mensagens envolvendo integrantes da Operação Lava Jato.

Em um comunicado, os relatores Edison Lanza e David Kaye “manifestam sua preocupação com as ameaças, desqualificações pelas autoridades e intimidações recebidas pelo jornalista Glenn Greenwald da agência de notícias The Intercept Brasil, bem como com relação a seus familiares, após a divulgação de informações e relatos de interesse público”.

Segundo o site UOL, eles apelaram ao estado brasileiro a “realizar uma investigação completa, eficaz e imparcial sobre as ameaças recebidas pelo jornalista e sua família”.

O comunicado afirma que, assim que começou a publicar trechos das supostas conversas entre o ministro da Justiça, Sergio Moro, e procuradores da República, “Glenn Greenwald começou a receber insultos, difamações e ameaças de morte”.

“Além disso, sob o rótulo #DeportaGreenwald, uma campanha coordenada de assédio contra o jornalista foi viralizada, bem como contra a mídia da qual ele é fundador e editor, contra seu marido – o deputado federal David Miranda – e os filhos do casal”, ressalta o comunicado.

Com o apoio de jornalistas parceiros e ONGs, o fundador e editor do site Intercept segue tentando construir uma narrativa de perseguição após a divulgação de material obtido através da ação de criminosos cibernéticos.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias