Português   English   Español

Relatório anual da HRW ataca direitistas Bolsonaro, Salvini e Trump

Relatório anual da HRW ataca direitistas Bolsonaro Salvini e Trump
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

A ONG Human Rights Watch (HRW) divulgou nesta quinta-feira (17) seu relatório anual com duras críticas às políticas implementadas pelos fortalecidos líderes direitistas mundo afora.

O relatório de 2019 contém 674 páginas e analisa as políticas de direitos humanos em mais de 100 países.

No documento, o diretor executivo da Human Rights Watch (HRW), Kenneth Roth, afirmou:

“Mesmo nas democracias ocidentais, políticas autocráticas têm sido avançadas por líderes como o italiano Matteo Salvini e o americano Donald Trump.”

E, segundo a “ANSA“, acrescentou:

“Os populistas que difundem ódio e intolerância estão gerando uma resistência: os excessos do domínio autocrático estão alimentando um contra-ataque. Hoje, os autocratas tentam minar a democracia e demonizar as minorias vulneráveis para ganharem apoio popular.”

Os líderes dos Estados Unidos e Itália não foram os únicos criticados pelo relatório da organização não-governamental HRW, que apresenta um claro viés globalista.

No capítulo sobre o Brasil no relatório, a ONG, além de citar o presidente Jair Bolsonaro como um líder autoritário, aponta que o nosso país enfrenta uma superlotação do sistema carcerário e uma epidemia de violência doméstica.

Kenneth Roth completou:

“Isso não pode reduzir o problema. O novo presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, é o último exemplo autoritário. Bolsonaro se une a uma série de figuras como o turco Erdogan, o egípcio Al Sisi, o filipino Duterte, o húngaro Orban, o russo Putin e o chinês Xi Jinping.”

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...