Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Relatório da PF aponta repasses de R$ 1,8 mi a Paulinho da Força

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Relatório da PF aponta repasses de R$ 1,8 mi a Paulinho da Força
Imagem: Nelson Antoine/ Fotoarena/VEJA

Relatório da PF mostra 4 repasses ao deputado que totalizaram 1,8 milhão de reais.

A Polícia Federal (PF) apontou divergência entre a análise de dados e a delação do ex-presidente da Odebrecht Ambiental, Fernando Reis, sobre repasses ao deputado Paulinho da Força (SD-SP).

Segundo o site jurídico JOTA, um relatório técnico elaborado pela PF identificou quatro entregas totalizandoR$ 1,8 milhão que teriam Paulinho como destinatário.

Em sua delação, no entanto, Reis citou dois pagamentos que somavam cerca de R$ 1 milhão, um valor bem inferior ao encontrado pelos agentes da polícia.

Em setembro de 2018, o mesmo deputado viu outro inquérito envolvendo delações de ex-funcionários da Odebrecht ser arquivado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, ser arquivado por “falta de provas”, como registrou O Globo.

O nome de Paulinho da Força voltou a ganhar destaque no noticiário nacional após o parlamentar ter revelado a estratégia do “Centrão” para prejudicar o presidente da República, Jair Bolsonaro, mesmo que para isso a economia do Brasil sofra as consequências.

“R$ 800 bilhões garantem, de cara, e reeleição dele. Se dermos 800 [bilhões de reais], como disse ele, significa que nos últimos 3 anos dele, há 240 bilhões ao ano para gastar. Eu acho que temos de ter em torno de 500 bilhões. 600 [bilhões de reais de economia nos próximos 10 anos] seria o limite para essa reforma”, disse Paulinho em evento de sindicalistas no dia 1º de maio, informou a RENOVA.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias