Relatório da PF aponta repasses de R$ 1,8 mi a Paulinho da Força

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Relatório da PF mostra 4 repasses ao deputado que totalizaram 1,8 milhão de reais.

A Polícia Federal (PF) apontou divergência entre a análise de dados e a delação do ex-presidente da Odebrecht Ambiental, Fernando Reis, sobre repasses ao deputado Paulinho da Força (SD-SP).

Segundo o site jurídico JOTA, um relatório técnico elaborado pela PF identificou quatro entregas totalizandoR$ 1,8 milhão que teriam Paulinho como destinatário.

Em sua delação, no entanto, Reis citou dois pagamentos que somavam cerca de R$ 1 milhão, um valor bem inferior ao encontrado pelos agentes da polícia.

Em setembro de 2018, o mesmo deputado viu outro inquérito envolvendo delações de ex-funcionários da Odebrecht ser arquivado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, ser arquivado por “falta de provas”, como registrou O Globo.

O nome de Paulinho da Força voltou a ganhar destaque no noticiário nacional após o parlamentar ter revelado a estratégia do “Centrão” para prejudicar o presidente da República, Jair Bolsonaro, mesmo que para isso a economia do Brasil sofra as consequências.

“R$ 800 bilhões garantem, de cara, e reeleição dele. Se dermos 800 [bilhões de reais], como disse ele, significa que nos últimos 3 anos dele, há 240 bilhões ao ano para gastar. Eu acho que temos de ter em torno de 500 bilhões. 600 [bilhões de reais de economia nos próximos 10 anos] seria o limite para essa reforma”, disse Paulinho em evento de sindicalistas no dia 1º de maio, informou a RENOVA.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.