PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Relatório do Pentágono sobre OVNIs: tudo o que você precisa saber

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Pentágono diz que OVNIs representam "um claro problema de segurança de voo”.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Um relatório foi divulgado pelo Pentágono, na última sexta-feira (25), com a conclusão parcial de um estudo sobre Objetos Voadores Não Identificados (OVNIs) avistados por membros das Forças Armadas dos Estados Unidos desde 2004.

A investigação foi uma exigência do Congresso dos EUA após militares relatarem vários episódios de avistamentos estranhos.

Em agosto do ano passado, o Pentágono estabeleceu uma força-tarefa com profissionais especializados em fenômenos aéreos para examinar os registros das observações.

Pentágono, em Washington D.C., nos Estados Unidos.

O que diz o relatório?

O relatório provisório diz que a maioria dos 144 casos relatados de “fenômenos aéreos não identificados” ocorreram nos últimos dois anos, após a implementação de um mecanismo de notificação padronizado.

Em 143 dos 144 casos notificados, faltam “informações suficientes para atribuir explicações específicas aos incidentes“.

O único caso para o qual eles conseguiram encontrar uma explicação altamente confiável foi “um grande balão vazio“.

O documento diz ainda que não há “indícios de que haja uma explicação extraterrestre” para os fenômenos, mas também não descarta essa possibilidade.

O relatório ainda afirma que os OVNIs “provavelmente carecem de uma única explicação“.

O relatório também sugere que alguns avistamentos podem ser “atribuídos ao desenvolvimento secreto de projetos” de instituições governamentais dos EUA.

O texto produzido pelo Pentágono diz ainda que os OVNIs representam “um claro problema de segurança de voo e podem representar um desafio para a segurança nacional dos EUA“.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.