Renato Gaúcho sensibilizado com situação calamitosa na Venezuela

Após o triunfo da sua equipe sobre o Monagas da Venezuela, o treinador do Grêmio falou sobre a triste situação que vivenciou na Venezuela.

A trágica situação da Venezuela chocou a delegação do clube gaúcho, que se sensibilizou com o estado em que vivem muitos adultos e até crianças, que tem tido dificuldades de se alimentar, beber água, entre outras necessidades básicas para qualquer ser humano.

Durante a coletiva de imprensa após a partida, o meio-campo Cícero e o técnico Renato Gaúcho se mostraram tristes com o que vivenciaram durante o período que por lá estiveram, lembrando do ato solidário que protagonizaram, levando comida e outros bens indispensáveis a alguns moradores que encontraram.

O jogador Cícero declarou:

Nós somos seres humanos, nós jogadores, a maioria, veio de classe média baixa. Eu sei o que meus pais passaram. Chegamos aqui, vimos uma situação arrepiante: um ser humano pegando um prato de comida como se fosse seu último dia de vida. O pessoal pediu para nos reunirmos e juntamos algo bom para eles. Ficamos sabendo do salário mínimo, da situação de vida deles. Isso não tem preço. Quando você faz algo bom, acontece em dobro para você. Nós temos uma vida só. No final disso tudo, sabemos que somos todos iguais. Se na vida você puder ajudar alguém, é gratificante. Vamos levar uma lição muito grande da Venezuela, porque a gente reclama muito da vida e não imaginamos o que o próximo está passando.

A declaração do jogador foi acompanhada por um desabafo de Renato Gaúcho, treinador do Grêmio:

Chega a machucar o coração de todos nós. Esse ano nos tocou, o mundo precisa olhar um pouco mais para a Venezuela, as pessoas precisam pensar diferente. O que vimos e sentimos aqui nos últimos é algo que choca. Fizemos nossa parte, ajudamos algumas pessoas, mas sabemos que não é o suficiente. A coisa está muito feia. Não reclamem da vida! Torcemos para que esse povo possa viver com alegria e saúde.

Com informações de: [FoxSports]
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

4 Comentários

  1. Sérgio Silva disse:

    Pau nesses vagabundos. É um ótimo momento para treinar karatê e a dominar o super cassetete.

  2. DILSON OLIVEIRA disse:

    IMAGINO A SITUAÇÃO DE DIFICULDADE QUE OS VENEZUELANOS ESTÃO PASSANDO. ISSO É TUDO POR CONTA DE POLÍTICOS DOENTES E SAFADOS QUE DEIXA O POVO DE UM PAÍS NESSA SITUAÇÃO. O BRASIL ERA PRA ESTAR NESSA SITUAÇÃO TBM, MAS O RESPONSÁVEL POR ESSA IDEIA ESTÁ PRESO E ESPERO QUE NUNCA MAIS VOLTE À POLÍTICA DO PAÍS, E POVO TOME ISSO COMO EXEMPLO…!

  3. Antonio disse:

    e se o povo Brasileiro não acordar também iremos ter os mesmos problemas vividos pelo povo venezuelano atualmente. Já está tudo preparado par o golpe Comunista no país. É só lerem o Decálogo de Lenin e verás que tudo já está funcionando de acordo com o mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *