Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

RENOVA na ‘lista negra’ do jornal Estadão

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
RENOVA na lista negra do jornal Estadão

O jornal Estadão colocou a RENOVA em uma lista negra de sites e perfis acusados de integrarem uma suposta “máquina de assassinato de reputação”.

Em matéria publicada neste sábado (16), o jornalista José Fucs, do Estadão, apresentou uma lista negra de páginas e perfis acusados de integrarem uma suposta “rede bolsonarista jacobina”.

O jornalista acusou a RENOVA de fazer parte desta suposta “máquina de assassinato de reputação”, que estaria agindo em apoio ao presidente da República, Jair Bolsonaro, e ao filósofo Olavo de Carvalho.

Logo abaixo você pode conferir a lista completa divulgada no perfil oficial do jornalista no Twitter:

RENOVA completou apenas dois anos de vida nesta quinta-feira, dia 15 de março, mas, aparentemente, já está incomodando um dos principais membros da velha imprensa brasileira.

O objetivo do Estadão com a publicação da matéria é colocar dezenas de páginas e perfis em um único bloco, uma espécie de “milícia digital”, segundo as palavras do autor da matéria.

Para surpresa de absolutamente ninguém, o jornalista José Fucs, no último parágrafo do seu texto, deixou claro que é “difícil caracterizar os grupos bolsonaristas e olavistas como membros de uma rede 100% estruturada de comunicação virtual”.

Em outras palavras, o jornalista não tem nenhuma evidência para embasar as suas acusações, mas não pensou duas vezes antes de montar e propagar a lista negra como uma forma de intimidação.

Nós da RENOVA só temos a agradecer ao Estadão e ao jornalista José Fucs pela divulgação do nosso trabalho.

Prometemos continuar incomodando bastante nos próximos anos.

Que Deus abençoe o jornalismo independente do Brasil!

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email