Português  English  Español

Apoie o jornalismo independente!

Renova vence o “Prêmio Renova” de melhor Jornal Brasileiro do Ano 2018

Renova vence o "Prêmio Renova" de melhor Jornal Brasileiro do Ano 2018
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Tendo em vista o vergonhoso corporativismo dos jornalistas da grande mídia, a Renova também decidiu receber uma premiação neste final de ano.

Em cerimônia realizada no QG da Renova, em João Pessoa, na Paraíba, na manhã deste sábado (15), a Renova foi escolhida por especialistas, leitores e familiares do editor-chefe, Tarciso Morais, como o melhor Jornal Brasileiro do Ano 2018.

Este foi o primeiro ano do “Prêmio Renova”, mas o evento já foi um sucesso de público.

A plateia foi ao delírio após a Renova vencer todas as categorias que concorreu, perdendo apenas a disputa pelo troféu de “Maior Fake News do Ano”, que ficou com a jornalista da “Folha de S. Paulo“, Patrícia Campos Mello, por sua matéria sobre o “escândalo do WhatsApp” nas eleições de 2018.

A cerimônia de premiação foi inspirada em eventos recentes promovidos por veículos de informação da grande mídia brasileira e internacional.

O jornal “Estadão“, por exemplo, premiou seu próprio portal de notícias rápidas “BR18” com o prêmio de Iniciativa Multimídia de 2018.

A jornalista Vera Magalhães celebrou a distinta honraria no Twitter.

No âmbito internacional não poderia ser diferente. A revista “Time“, que publicou uma lista com dezenas de candidatos ao tradicional prêmio de “Personalidade do Ano”, optou por dar o prêmio para os jornalistas perseguidos mundo afora.

“Os guardiões e a guerra contra a verdade”, diz a capa da revista, que está representada pelo jornalista saudita Jamal Khashoggi assassinado na Turquia.

A perseguição contra jornalistas deve ser condenada e merece destaque internacional, mas não há como negar que existe um grande corporativismo entre aqueles que estão no topo da pirâmide dos veículos da grande mídia.

Tivemos a oportunidade de observar um claro exemplo deste corporativismo neste sábado (15) na rede social Twitter.

Alguns jornalistas da grande mídia celebraram um tuíte de um perfil paródia onde uma jornalista da “Folha” teria recebido uma premiação do próprio jornal em que trabalha.

A mensagem foi publicada por um usuário que se apresenta como uma paródia da jornalista Mônica Bergamo

A Folha teria concedido o “Prêmio Folha” de Brasileiro do Ano 2018 à jornalista Patrícia Campos Mello, que também foi classificada como “Guardiã da Verdade”, como noticiou a Renova.

Analisando os exemplos acima, não resta dúvidas que o “Prêmio Renova” chegou para ficar e, com certeza absoluta, a Renova vencerá novamente a maior parte das categorias em disputa no ano que vem.

Compartilhe...

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...