Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

Repórter brasileiro ameaçado por militares na Venezuela

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Repórter brasileiro ameaçado por militares na Venezuela

Um jornalista brasileiro teve o passaporte e o celular apreendidos e ficou retido em uma unidade militar na Venezuela por duas horas, período em que foi interrogado e ameaçado de prisão por agentes da ditadura.

Rodrigo Lopes, do jornal gaúcho “Zero Hora”, foi abordado por um homem não identificado na sexta-feira (25), quando cobria manifestação de apoiadores do ditador Nicolás Maduro próximo ao palácio de Miraflores, sede oficial do regime.

De acordo com o relato do jornalista, que já está de volta ao Brasil e em segurança, o homem tomou o celular de suas mãos e, ao ver fotos e vídeos de um comício do autoproclamado presidente interino Juan Guaidó, onde o repórter havia estado horas antes, levou-o a uma área protegida por barreiras militares.

Ao ser liberado, recebeu de volta o celular e o passaporte, mas foi ameaçado pelo homem em trajes civis que o escoltava.

Além de tirar fotos do rosto do jornalista brasileiro, segundo a “Folha“, o capanga de Maduro ameaçou:

“Agora, o senhor está fichado conosco, conhecemos tua cara e sabemos onde escreves. Se te pegarmos novamente, tu vais ser preso e responderá processo segundo as leis venezuelanas.”

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email