Repressão no Sudão já deixa pelo menos 60 mortos

Idiomas:

Português   English   Español
Repressão no Sudão já deixa pelo menos 60 mortos
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Comitê opositor no Sudão acusa as milícias do Conselho Militar de responsabilidade pela “matança”.


As forças de segurança do Sudão dispersaram à força um acampamento da oposição diante do quartel-general das Forças Armadas, na cidade de Cartum.

Desde segunda-feira (3), pelo menos 60 pessoas morreram na repressão contra manifestações, segundo o Comitê Central de Médicos Sudaneses.

A repressão, ordenada pelo Conselho Militar de Transição, que governa o Sudão desde 11 de abril, foi condenada pela ONU e vários países, incluindo Estados Unidos e Reino Unido.

O acampamento, que começou em 6 de abril, conseguiu a destituição do presidente Omar al-Bashir em 11 de abril, substituído pelo Comitê Militar de Transição.

Os manifestantes, no entanto, prosseguiram com o acampamento diante da sede das Forças Armadas para exigir a transferência de poder aos civis, informa a agência AFP.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...