República Checa culpa muçulmanos por violência na Europa

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Em entrevista à estação de televisão na capital Praga, o presidente checo, Milos Zeman, alertou sobre os perigos da imigração e do islamismo.

O presidente da República Checa disse que a migração em massa de países da África e do Oriente Médio representa uma séria ameaça para a cultura européia. Ele quer que a União Europeia tome medidas imediatamente:

Se a União Europeia não tiver coragem para fortalecer suas fronteiras externas,  teremos milhões de refugiados no decorrer dos anos. A cultura desses refugiados não é compatível com a cultura europeia, os próprios imigrantes sabem disso.

De acordo Zeman, o aumento no número de muçulmanos vivendo em países europeus levou a “uma significativa elevação da criminalidade e no aumento do nível de violência nas comunidades”.

 

Com informações de: (1)

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.